18.9.14

Na alegria e na tristeza


Me amarro em uma frase da Martha Medeiros que diz: "um amigo não racha apenas a gasolina: racha lembranças, crises de choro, experiências. Racha a culpa, racha segredos." É isso. Não me contento com pessoas que só querem dividir comigo as horas boas e os momentos de festa e saúde, tem que rachar também os momentos difíceis  porque amizade é  juramento de fidelidade.

Para mim amigo de verdade é aquele que passa sufoco junto, que tem o que dizer quando tudo vai mal ou que apenas o silêncio e uma mão estendida diz tudo, que ajuda a aplaudir quando os holofotes estão apontados para mim e que sabe como dizer quando não me saio bem. No fim das contas são essas pessoas que tem muita história para contar, são elas que te dão colo e dias incríveis. Porque pra mim não servem os bajuladores ou quem no fundo, no fundo torce pelo meu fracasso. Prefiro quem apresenta sintonia e quem se conectou comigo desde as primeiras conversas.

Amigos que te acolhem em um dia mal e que brindam contigo, rindo de orelha a orelha, na alegria é quase tão difícil e tão valioso quanto ganhar na loteria. Portanto, se você encontrou alguém assim que racha não só gasolina, mas, culpas, segredos e aceita suas diferenças, que passa contigo um aperto mas também passa férias e os melhores verões da sua vida, COMEMORE, afinal, isso é tão difícil quanto viver um grande amor.

Layout exclusivo do blog - Pensamentos Soltos | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©