20.8.12

Do que sou composto




Fui fabricado sem manual de instruções e as vezes dou defeito porque vivo em um mundo defeituoso. Na minha fórmula contém medos e hesitações mas existem também doses de obstinação, alegrias e olhares que dizem. Sou esse infinito todo de “pensamentos soltos traduzidos em palavras pra que você possa entender o que eu também não entendo”.

Sou feito de sentimentos diversos, amanhãs fantasiosos, sonhos maiores que eu, de caminhos incertos e pegadas na areia. Me construíram com oscilações, variações de humor e vontade de sumir. Sou minhas brigas inconsequentes, meus rompantes insanos, minha docilidade branda, meus poemas, versos e rimas. Sou cada paragrafo que leio e me identifico, as músicas que me traduzem, os lugares que ainda não conheci e os pés cansados que insistem em caminhar. 

Já me refugiei em lembranças, renovei conceitos, superei crises, reclamei do que não devia, gerei lágrimas e sorrisos com palavras simples, aliás, palavras são ótimos antidepressivos, acreditem. O que fica de tudo isso é sempre bom e duradouro. 

Sou minhas abstinências, erros, acertos, atribuições, ações e reações. Sou uma complexidade ambulante que não necessariamente precisa ser entendida mas que de alguma forma precisa questionar  e insistir no que é novo. 



Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Natan,

    Você ultimamente sente uma urgência que as pessoas entendam como você é, pensa, age, sonha, enfim quem é você.Só que você é tão complexo que começar a explicar como você funciona seria muito demorado, então a maneira que está encontrando é através do que ama, escrevendo.Continue expressando o que sente através das palavras, pois o seu trabalo tem sido e é de uma riqueza extraordinária.
    Parabéns mais uma vez por um texto extraordinário.

    Marilú Wattenberg

    ResponderExcluir
  2. O que dizer?...

    Diria que não possuo fórmulas que aplaquem magicamente esse vácuo. Porém, chega um momento que é preciso parar de se justificar, perceber que as respostas talvez sejam apenas mecanismos de controle para nossa intensidade.

    Natan, tu é um cara muito rico em emoções. Isso é para poucos.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Jair, li alguns de seus textos e achei Interessantes ;)

    ResponderExcluir
  4. Natan, é a primeira vez que entro no seu blog e achei de uma intensidade tremenda! Você escreve com uma simplicidade e ao mesmo tempo, uma profundidade que despertam meu interesse. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. E rico o que escreve, e o que vivemos e sentimos me indetifico demais...

    Parabéns

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Natan , você se expressa muito bem, acompanho seu blog a um tempo e você nos surpreende que Deus te abençoe cada dia mas, Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto, profundo, contundente. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela sua escrita,suas palavras me tocaram fundo,este texto é de alguma forma a composição.<3 !!!

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito!

    Também escrevo, se quiser dar uma passadinha lá no meu blog e me dizer o que achou, eu adoraria!

    http://patriciapinheirotextos.blogspot.com.br/

    Beijos!

    ResponderExcluir


Layout exclusivo do blog - Pensamentos Soltos | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©